bet365亚洲官网 bet365官网

 Certo dia, uma moça estava a espera de seu vôo na sala de embarque de um aeroporto.
Como ela deveria esperar por muitas horas resolveu comprar um livro para matar o tempo.
Também comprou um pacote de biscoitos.
Ela achou uma poltrona numa parte reservada do aeroporto para que pudesse descansar e em paz.
Ao lado dela se sentou um homem.
Quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também pegou um.
Ela ficou indignada, mas não disse nada. Ela pensou “Mas que cara de pau.
Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho que ele nunca ia esquecer”.
A cada biscoito que ela pegava, o homem também pegava um. Aquilo a deixava tão indignada que ela não conseguia reagir.
Restava apenas um biscoito e ela pensou: “O que será que o abusado vai fazer agora?”
Então, o homem dividiu o biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela.
Aquilo a deixou irada e bufando de raiva. Ela pegou o seu livro e suas coisas e dirigiu-se ao embarque.
Quando sentou confortavelmente em seu assento, para surpresa dela o seu pacote de biscoito estava ainda intacto, dentro de sua bolsa.
Ela sentiu muita vergonha, pois quem estava errada era ela, e já não havia mais tempo para pedir desculpas.
O homem dividiu os seus biscoitos sem se sentir incomodado, ao contrário dela, que se sentiu muito transtornada.

A individualidade excessiva e a falta de comunicação roubaram desta moça o privilégio de vivenciar um momento de “boa vontade entre os homens”.
Afinal não para isto que Jesus veio a este mundo? Para demonstrar a “boa vontade de Deus para com os homens”? Jesus nos ensinou a “amar ao nosso próximo como a nós mesmos”.
Procure hoje um bom motivo para dividir algo que é “seu” com “alguém” e sinta a alegria de ser abençoado por Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *