Cultos vão ser usados na busca de votos