bet365亚洲官网 bet365官网

18 de outubro, 2002
Às 9:05 AM hora de Brasília (1205 GMT)

SOLO, Indonésia — Um líder religioso radical da Indonésia, Abu Bakar Bashir, de 64 anos, foi hospitalizado nesta sexta-feira, poucas horas antes de um interrogatório que poderia levar à sua detenção pela polícia, como parte das investigações sobre uma série de atentados a igrejas cristãs.

Bashir foi levado de ambulância para uma unidade de terapia intensiva e ficaria em observação pelo menos até o próximo domingo, na cidade de Solo.

O líder religioso parecia pálido e poderia estar sofrendo de asma ou de fadiga, declarou à imprensa um de seus assessores, Soleh, que, como muitos indonésios, usa apenas um nome.

No hospital, um especialista em doenças pulmonares, Suradi, disse que Bashir teve problemas respiratórios e recebeu oxigênio ao chegar.

Antes de sua internação, Bashir havia dito, em um sermão para 300 seguidores, que esperava ser detido em breve sob as acusações de envolvimento em ataques terroristas atribuídos ao grupo Al Qaeda e a seus aliados.

Os acontecimentos das últimas horas na Indonésia coincidiram com preparativos do governo – que está sob forte pressão internacional – para aprovar medidas de emergência a fim de facilitar a detenção de suspeitos de terrorismo, depois dos atentados em Bali, da semana passada, que mataram cerca de 200 pessoas e feriram mais de 300.

Em entrevista coletiva, Bashir disse acreditar que seria transformado em um “bode expiatório”, acrescentando que havia indícios de que alguns clérigos muçulmanos seriam “sacrificados em nome de necessidades políticas de outros países”.

Bashir é acusado por seus críticos de ser o líder espiritual da Jemaah Islamiah (Comunidade Islâmica), uma organização que seria a principal aliada de Al Qaeda no sudeste da Ásia e que estaria por trás de uma série de ataques terroristas na região.

Fonte:
www.cnn.com.br

Autor: CNN.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *