Meu provedor fiel

Eu fui para a igreja aos 15 anos, na época eu tinha uma vida muito triste e vazia, e procurava algo que realmente a completasse, que me desse esperança.

Minha família sempre foi muito boa, meus pais muito dedicados aos filhos, mas eles não conheciam a palavra de Deus, por isso buscavam soluções em santos, benzedeiras, qualquer lugar onde pudessem se refugiar.

Um certo dia eu fui na capela de uma igreja católica e clamei ao Senhor, nesse dia eu chorei, e pedi a Deus que me socorresse, pois a tristeza sufocava e minava minha vida.

Certo tempo depois conheci o evangelho através de um amigo, conheci um Deus infinito, que me ama e que cuida de mim.

No início não foi fácil, minha família reagiu contra isto, mas a Vida que eu havia encontrado eu não podia mais ignorá-la, deixar para trás.

Na época eu trabalhava em um bar, e logo vi que não dava mais para continuar ali, eu vendia pinga, cerveja, cigarro, tantas coisas que só destroem pessoas, familias inteiras, destroe tudo que se possa imaginar.

Eu pedi ao Senhor um emprego novo, digno, e pedi ao SEnhor que nesse novo emprego eu não tivesse que trabalhar sabado e domingo, para que eu pudesse estar na igreja nesses dias.

Pouco tempo depois Ele me deu o novo emprego, e com esse novo emprego eu pago a universidade que hoje estudo.

Hoje tenho 27 anos, estou prestes a formar, dou graças a Deus por tê-lo conhecido, e por todos os feitos que Ele tem feito em minha vida.

Ao meu amado Senhor, toda honra.

Carlos

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
[adinserter block="4"]

Sumário

[adinserter block="5"]

Artigos Relacionados